Assoalho Pélvico

Alguns alunos que pergunto sobre o assoalho pélvico conhecem ou já ouviram falar sobre, porém, outros respondem com outra pergunta: – Assoalho Pélvico? (com a expressão de, “O QUE É ISSO?!”). Quando se trata de Pilates, é imprescindível citar os músculos do Assoalho Pélvico (auxiliados por fáscias e ligamentos), que juntos com os músculos abdominais e músculos da parte inferior das costas, estabilizam a bacia. Sendo assim, o assoalho pélvico, é parte de um TODO, para termos uma boa postura!

Os músculos do assoalho pélvico são um grupo de músculos de controle voluntário, em forma de rede que se localizam na porção inferior da bacia, especificamente entre as coxas e tem a função de sustentar os órgãos internos. Os MAP originam-se no osso púbico (localizado na região baixa do abdômen) e nas paredes laterais dos ossos da bacia e se dirigem para o cóccix (um osso localizado na fenda que separa as nádegas, a ponta do cóccix pode ser palpada no final da fenda interglútea).

Estes músculos desenvolvem um papel importante no correto funcionamento da uretra e reto agindo como esfíncteres (válvulas de fechamento) e circundam também a vagina. Quando ocorre algum problema relacionado à função da bexiga ou do reto (através de vazamentos involuntários) os músculos do assoalho pélvico tornam-se o foco das atenções. Estes vazamentos são explicados por que em muitos casos estes músculos estão fracos, foram lesados, estão frouxos ou em hiperatividade.

deep_pelvic_floor

Fonte: Serviço de fisioterapia do Assoalho Pélvico da UFPB, www.assoalhopelvico.com

Músculos precisam ser fortalecidos sim, mas devemos ficar atentos em “como” fortalecer! Para o assoalho pélvico, no Pilates podemos realizar alguns exercícios, mas para você entender um pouco como funciona, vamos tentar um?!

Fique sentada (o) numa cadeira e com os pés apoiados no solo, na largura do quadril e com o peso corporal bem distribuído sobre os ísquios (ossos da parte inferior do quadril que podem ser sentidos primeiramente “sentando sobre as mãos”), sentiu? Agora, apoie as mãos ao lado do corpo e imagine que toda sua parte baixa (na cadeira) é uma cama elástica em formato de um losango (formada pelo osso púbico na frente, os ossos dos quadris nas laterais e o cóccix na parte de trás). Aí está o segredo, visualize o que deseja trabalhar em seu corpo (vai por mim, isso funciona!).

Assoalho pelvico

Feche os olhos, e imagine as pontas se unindo no centro da “cama elástica” e faça uma contração para dentro e para cima. Inspire bem concentrada (o) e visualize, expire e una as pontas, contraindo para dentro e para cima. NÃO realize uma contração de expulsão, ao invés disso, realize uma força como se estivesse “sugando” as pontas do losango para dentro e para cima (lembre-se sempre disso). Parece complicado, mas uma vez que você aprenda a execução (você vai sentir a diferença) poderá realizar ao longo do dia. Comece fazendo de 3 a 6 repetições e vá progredindo para 10 a 15 repetições, 3 x ao dia!

Cuide do seu assoalho pélvico e venha praticar Pilates, porque aqui no Gold Gracy Pilates, seu corpo em equilíbrio VALE OURO!!!

 

G.B

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>